Horta da Mila

15 maio 2007

Céu de Maio





Surpresa das surpresas
Beleza da Natureza.
Tudo é gracioso quando é belo,
Tudo é lindo quando é sincero e simples .




(fotos da tarde de 13 de Maio)

14 Comments:

  • E o nosso rosto sorri sempre que vê as cores de um arco iris...pelo menos o meu

    minha linda obrigada pelas bonitas cores que me deixas-te aqui

    beijos coloridos e a sorrir

    By Blogger Alexia, at 15/5/07 12:28 da tarde  

  • Ai Mila era tão bom que as minhas fotos ficassem tão bem como as tuas.
    A simpliciade é a pureza de tudo.
    Beijos

    By Blogger anamoris, at 15/5/07 3:11 da tarde  

  • A maior beleza está sempre nas coisas mais simples!...


    Um beijo!

    By Blogger A.S., at 15/5/07 4:15 da tarde  

  • Foi mesmo uma surpresa!!!!
    Principalmente quando estamos á espera de uma 'grande coisa' e surge-nos uma coisa simples e graciosa e um céu que fala por si...
    Yess

    By Blogger Crix, at 15/5/07 4:23 da tarde  

  • Céus :) que céu fantástico!!!

    By Blogger © JJCN 07, at 15/5/07 4:38 da tarde  

  • A casa está vazia.
    Subo as escadas e tu apareces,
    às vezes,
    com as cores do Outono.
    Vejo um vulto, és tu
    que me deixas uma marca
    sobre a minha palidez.

    Já não queres aprender
    com o passado e só preferes
    gritar, chegar ao fim da vida
    para então descobrir
    que não viveste.

    Já não falas e não te moves,
    e no entanto a minha vida estremece,
    assaltada pelos teus gemidos profundos.
    O pranto cresce nas ruas da amargura
    porque abandonas a terra,
    olhando para trás.
    Então, agora vislumbras a beleza e a alegria que nunca tiveste,
    porque os medos em que viveste
    te impediram de ser feliz.
    Os meus dedos continuam a fechar
    os olhos...
    dos guerreiros mortos.

    Quero agradecer, respeitosa e sinceramente, a todos aqueles que fazem do "nosso"

    http://lusoprosecontras.blogspot.com
    um ponto de encontro onde a Amizade, a Paz e o Bem nos fazem sentir e viver a vida com mais AMOR.

    BEM-HAJAM!


    Felicito-te, também, por me presenteares com este teu maravilhoso blogue. Gosto muito de aqui "ancorar".

    By Blogger Sandokan, at 15/5/07 9:29 da tarde  

  • Estão lindas Mila. Não hei-de eu andar sempre "cabeça do ar" para admirar estas maravilhas. Noite feliz

    Deixo um beijinho

    By Blogger Gi, at 15/5/07 10:23 da tarde  

  • Olá Mila!

    Pelo céu de maio realmente tudo é tão simples e bonito, as fotos que digam nas suas singelas palavras, demais!

    bjs.
    O Sibarita

    By Blogger O Sibarita, at 16/5/07 2:02 da manhã  

  • Obrigada pelas palavras carinhosas que escreveste na minha casinha...

    As fotos estão maravilhosas!
    Como diz a Alexia... o nosso rosto sorri!
    Obrigada
    Volta sempre

    By Blogger Alma Minha, at 16/5/07 1:14 da tarde  

  • Minha Querida !
    Imagens simplesmente fabulosas !!!
    Não há nada como a beleza espontanea que a Mother Nature nos oferece ....
    Fotos muito bem apanhadas e tiradas ...
    Um Beijo Grande

    By Blogger Reflexos da Alma, at 16/5/07 2:32 da tarde  

  • cad~e as cores de hoje?????

    beijos

    By Blogger Alexia, at 16/5/07 3:35 da tarde  

  • Gostei imenso do teu céu de Maio, muito bonitas as tuas fotos.

    bj

    By Blogger cusca, at 16/5/07 8:01 da tarde  

  • Exactamente!
    :)
    Um beijo

    By Blogger Jardineira aprendiz, at 16/5/07 8:54 da tarde  

  • Ah, como a Natureza é bela, também tenho captado com a minha máquina vários belos aspectos da Natureza.

    Homens compram jornais na tabacaria da esquina, antes de subirem a Rua do Alecrim. Na loja onde se vende o bacalhau, havia barricas de sangacho, castanhas piladas, grão de bico ao litro e peixe seco.
    Avisto o edifício da Câmara de Lisboa, belo e limpo, a fachada toda branquinha e trabalhada; chegamos à Praça do Comércio e entra na Rua da Prata, está prestes a terminar a minha aventura no eléctrico da carreira 15.
    Tenho saudades desses instantes suspensos, sim, mas do que tenho mesmo saudades, é de me sentar no chão. Não no muro à beira do caminho, não na pedra à sombra da acácia, mas no chão mesmo.
    É isso «saudades de Africandar»…

    Beijitos.

    By Blogger Kalinka, at 17/5/07 12:16 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home