Horta da Mila

24 julho 2007

Urge

É urgente o amor.
É urgente um barco no mar.

É urgente destruir certas palavras,
ódio, solidão e crueldade,
alguns lamentos,muitas espadas.

É urgente inventar alegria,
multiplicar os beijos, as searas,
é urgente descobrir rosas e rios
e manhãs claras.

Cai o silêncio nos ombros e a luz
impura, até doer.
É urgente o amor, é urgente
permanecer.
(Eugénio de Andrade)

9 Comments:

  • Desconhecia este poema do Eugénio de Andrade, mas é muito bonito :)

    Bj*

    By Blogger cusca, at 24/7/07 1:55 da tarde  

  • Todos nos deviamos identificar com este poema Simplesmente lindo.
    Gostei da imagem e da visita
    Saudações amigas

    By Blogger C Valente, at 24/7/07 3:44 da tarde  

  • Lindo.

    By Blogger Van Dog, at 24/7/07 7:04 da tarde  

  • Um dos mais belos poemas De Eugénio de Andrade!Palavras bastante actuais estas... é mesmo urgente***

    By Blogger Plum, at 25/7/07 3:59 da tarde  

  • Encontrei este poema, há muitos, muitos anos e, desde aí, é para mim uma espécie de lema.

    By Blogger peciscas, at 25/7/07 6:20 da tarde  

  • Este está presente no blog novo e no antigo. É assim uma espécie de hino sabes? É mesmo urgente o amor.
    Que ele permaneça no coração de todos os Homens.

    Eugénio morreu mas estará sempre entre nós graças à grandosidade da sua obra.

    Um beijinho

    Voltei de mini-férias mas ainda estou muito desorganizada :)

    By Blogger Gi, at 25/7/07 9:03 da tarde  

  • Parece que o fim é constante a tudo.


    E aquelas letras estão apagando-se. Definhando. Efêmeras de tudo.
    É o fim natural.

    By Blogger Pollan, at 26/7/07 6:19 da manhã  

  • Olá Milokas !!!

    É URGENTE TUDO O QUE O EUGÉNIO DE ANDRADE AQUI DISSE !!!

    Um Beijo Grande te deixo !!!

    By Blogger Reflexos da Alma, at 26/7/07 7:33 da tarde  

  • aobrigado pelas tuas palavras ,se cad um contribuir com um pouco de civismo e educação o mundo será melhor
    saudações amigas

    By Blogger C Valente, at 27/7/07 9:12 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home